sem amígdalas e sem ideias (boas); marcos e ela; o rato e a olivetti – eu

(…)

– é. tomei duas aspirinas, comi alguns a-ésses. nada de mais, o de sempre, o que você fez?

– tomei uma amoxilina… e um gole de vodca. sei lá.

– bacana. temos que combinar um dia desses…

– é, vamos combinar sim, temos muito que conversar. tô indo nessa

– nos vemos de novo, marcos?

– não sei. quem sabe?

– você deveria saber.

– desculpe-me se não tenho as respostas da vida, mas quem as tem?

– não sei – ela responde, e se vai, vai para casa.

a caixa de as está vazia, ela pensa em ligar e pedir algumas amoxilinas para marcos. sua garganta está se fechando, mas ela nem tem mais as amígdalas. abre o armário. vazio. encontra fôrmas de gelo na geladeira. retira uma, coloca sobre a pia, retira dois deles, leva um a boca e segura o outro na mão. vai até o quarto, ajeita a folha na velha máquina e bate algumas vezes como teste. pega o gelo, que deixou em cima da mesa. está coberto de pó. limpa na blusa e leva à boca, se senta e começa. deseja, lá no fundo, que pelo menos um deles consiga se tornar escritor. “marcos escreve bem demais, só precisa conhecer alguém…”, ela pensa e continua batendo na máquina. Olivetti, verde-água, linda. presente do próprio marcos no aniversário dela de dois anos antes. eles se conhecem mais ou menos dessa época. “é, dois anos, por aí. o tempo voa, não?” ela retira o papel da máquina, passa os olhos, amassa e joga num canto. bolas de papel empilhadas, um pedaço de pizza aparece por debaixo de uma das bolinhas amassadas com raiva, e, com a pizza à boca, um Rato a espia escrevendo. ela se lembra do conselho de marcos: “escreva sem compromisso, comece com as palavras que vierem à cabeça, as outras virão junto… elas aparecem do nada. sério. como tias ou cartas de cobrança, a campainha toca e lá estão elas. deixe as portas da sua mente abertas, bem abertas…” as palavras dele ecoam na cabeça dela, nada de tias ou cartas de cobrança. ela deseja ser como ele, deseja ele, deseja ele, muito… bate na máquina, retira o papel, passa os olhos, amassa com raiva e joga na direção da pilha de bolinhas, da pizza e do rato…

Anúncios

3 comentários sobre “sem amígdalas e sem ideias (boas); marcos e ela; o rato e a olivetti – eu

  1. Murilo!

    Virei seu fã, quando vai ter atualização, véio? Passei horas lendo o ‘Mais Um’. Mais Um sem reconhecimento devido. Teu estilo é mto peculiar, tem um diferencial que curto e curti muito.

    Parabéns, mlke!

    abs

    1. Bom, cara, nem preciso falar que esse tipo de comentário seu é o maior incentivo pra continuar, né? É um caminho que nem sei por que eu escolhi – e, na verdade, nem sei se estou nele… Andei mais preocupado com minhas notas na faculdade e tenho, no que se refere a escrita, me dedicado um pouco mais ao meu livro, mas vou postar algo em breve. Tenho algumas ideias de textos mais voltados pro blog. Esta semana ainda publico algo aqui…

      1. Isso é importante. Prossiga pensando em mais textos pro blog mesmo. Vale a pena. E que ótimo que está se dedicando ao seu livro. Isso é mega importante. Fico feliz que esteja querendo publicar um livro. Atualmente, a galera da nossa idade tem escrito muita coisa parecida. Com esse seu estilo tô esperando algo fantástico.
        Cara, essa sensação de: na verdade, nem sei se estou nele. – tbm me ronda, véio! :/
        Lancei meu primeiro livro no mês passado, mas ainda tenho a sensação de: será que estou no caminho de escritor mesmo? rsrs – Espero que essa nossa insegurança seja normal.

        Abração, mulk!

        Volto aqui nessa semana, então! Te linkei lá no meu pra acompanhar de perto, blz?

        Valeu, rapaz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s